segunda-feira, 1 de julho de 2013

Veterinários especializados em Aves

Em meio a pesquisas, confirmo o que já suspeitava. É difícil encontrarmos veterinários especializados em aves, quase todos se limitam a cães e gatos, que são os animais domésticos mais comuns, no entanto aqui há basicamente duas instituições que atendem esses animais gratuitamente. Há o CETAS (Unimonte) no Jóquei Clube em São Vicente e no Orquidário de Santos. Em breve informações sobre consultórios privados.

 Sobre o CETAS (Centro de Triagem de Animais Selvagens):

Local utilizado para envolvimento de estagiários do curso de Medicina Veterinária da instituição, o Centro de Triagem de Animais Selvagens (CETAS UNIMONTE) - Refúgio Mata Atlântica é uma estrutura mantida pela UNIMONTE que tem como objetivo promover a reabilitação de animais da fauna da Mata Atlântica entregues pelo IBAMA, Bombeiros, Polícia Ambiental e Polícia Federal.

É o primeiro espaço do gênero criado dentro de uma faculdade no Estado de São Paulo. Conta com instalações apropriadas para a realização do processo de triagem e quarentena de aves, mamíferos de médio e pequeno porte, anfíbios e répteis.

Promove o recebimento, avaliação clínica, assistência veterinária, realização de quarentena e destinação dos animais. Em virtude de sua localização estratégica recebe vários animais ameaçados de extinção oriundos da Mata Atlântica, sendo uma grande maioria reféns do tráfico de animais selvagens.

Av. Galeão Coutinho, 725 – Jockey Clube, 11365-000, em São Vicente 
Telefone: 013 3463-5418
E-mail: cetas@unimonte.br 


"No Centro de Zoologia, que já existia, agora funciona também um hospital veterinário, que ganhou novos equipamentos e tem oito espaços para tratamento dos animais – com UTI, dois ambulatórios, uma sala cirúrgica, duas para internação, além de farmácia, espaço para radiografias, uma ala de necropsia, maternidade e berçário." 

Praça Washington s/nº no bairro José Menino. 
Telefone. 3237-6970 e 013 3205-2210 (Pedir para encaminhar ao Hospital Veterinário)

Funciona de terça a domingo, das 8h00 às 18h00. Ingresso: consultar. Entrada franca para menores de 12 e maiores de 65 anos. [3]

[1] http://www.unimonte.br/vida_academica/cetas-lello-unimonte-55 (Acessado em  01/07/2013 às 17:00) 

[2] http://blogs.estadao.com.br/flores-de-lulu/orquidario-de-santos-reabre-as-portas-apos-reformas/  (Acessado em  01/07/2013 às 17:20)

[3] http://www.santoscidade.com.br/orq.htm (Acessado em  01/07/2013 às 17:30)

Nenhum comentário:

Postar um comentário