quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Mitos sobre Pombos

Então, se formos falar das doenças “supostamente” transmitidas pelos pombos ou aves, seremos obrigados a expor ao ridículo os medos e os preconceitos referentes aos pombos. Pois, de tudo o que são acusados, ou é MITO ou PURO PRECONCEITO por falta de informações corretas. A saber:

A) “DOENÇA DO POMBO” não existe; 

B) “TOXOPLASMOSE ADQUIRIDA DIRETAMENTE DO POMBO” é impossível de acontecer, já que o parasita no pombo não desenvolve o ciclo vital e reprodutivo, condição indispensável para se tornar infeccioso ao ser humano. E, além disso, sabe-se que a principal causa da toxoplasmose é a ingestão de verduras mal lavadas e carnes contaminadas mal passadas. Infelizmente, você não vai saber se estão ou não contaminadas, pois a aparência não modifica; 

C) “Salmonelose” é uma bactéria encontrada até num ovo de galinha, que você pode estar comendo sem saber, e, é praticamente sinônimo de comida estragada; 

D) “Tuberculose aviária” difere-se da tuberculose humana e bovina. Comum a todas as aves, sua bactéria pode ser encontrada no solo, na serragem, nas ostras, nas minhocas e até no leite fresco. Embora o homem seja bastante resistente ao bacilo, suas principais fontes de contágio são a carne mal cozida e leite mal fervido; 

E) Os “Piolhos de pombo” são ácaros encontrados também em outras aves silvestres, específico das penas, mesmo que “eventualmente” passem para as pessoas que toquem em aves infectadas, não sobrevivem mais que algumas horas, ou seja, morrem de fome!!! Faltam penas ao homem para que possam alimentar os piolhos; 

F) “Histoplasmose e a criptococose” são doenças transmitidas por fungos que se desenvolvem em dejetos, são originários também das fezes humanas, de outros animais, do solo orgânico e até de frutas podres. Esses fungos, não resistem ao sol e às altas temperaturas do nosso clima. As condições ideais para seu desenvolvimento são os ambientes fechados e com grande acúmulo de matéria orgânica. 

Fátima Borges Pereira – Artista Plástica, Poetisa, Professora de Teatro Infantil e Português.



Trecho da entrevista da Dra Rossana Totino: "...En la Plaza San Marcos, en Venecia, hay mas de 100.000 palomas. Los turistas se sacan fotos con ellas. Uno se para en la plaza, abre los brazos y enseguida se llenan de palomas. En este lugar hay edificios públicos, históricos, verdaderas bellezas hechas con venecitas de oro que, obviamente, las palomas deterioran. 

Y, sin embargo, nadie las caza, ni las ataca, ni las quiere sacar. No hay ningún dato sobre algún turista que se haya enfermado de histoplasmosis por haber estado en Venecia ni hay habitantes de Venecia que se hayan enfermado de histoplasmosis..."

Trecho da entrevista da Dra Rossana Totino: "... Y las palomas y los gatos son los animales que la gente elige para ser parte de su familia en Italia. Son animales comunitarios ya que el gobierno las protege porque las dos primeras palomas fueron llevadas a Venecia por los duques y, desde ese momento, representan a esa ciudad. Y no hay gente que se enferma por compartir su ciudad con las palomas..."

3 comentários:

  1. Sempre nossa família,parentes,convivíamos c/ os pombos e ñ pegamos doenças e nem morremos por isto, isso, pra mim, isto, isso são preconceitos c/ as aves.

    ResponderExcluir
  2. Sempre nossa família,parentes,convivíamos c/ os pombos e ñ pegamos doenças e nem morremos por isto, isso, pra mim, isto, isso são preconceitos c/ as aves.

    ResponderExcluir
  3. E ainda comparam os pobrezinhos com Ratos,isso é inaceitável.

    ResponderExcluir