quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Pipoca e Algodão-doce

Esses dois são mandarins, o Algodão-Doce (que tem bochecha de palhaço) e a Pipoca (cor de creme). Os dois foram encontrados na mesma loja, Pipoca, que vivia isolada dos outros e tem una deficiência nas patinhas, o Algodão-Doce, apanhava constantemente dos outros machos na loja, a ponto de sair sangue, então eu resolvi cuidar deles, onde ironicamente passou a ser o líder do viveiro em casa. Dentro do possível, eu os solto em minha casa, casa um dos dois tem sua personalidade, mas ambos são as vezes territorialistas e curiosos. O macho é o primeiro a acordar e é o mais barulhento, e acordando sempre as 6:30 da manhã.





  
A menina Pipoca faleceu no pôr do Sol do dia 09 de janeiro de 2015, a mais meiga das mandarins. O que me deixa mais triste é que ela sofreu muito antes de morrer. O Algodão-doce faleceu no dia 15 de janeiro de 2016. Ele deixou o seu namorado Botticelli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário